18 de agosto de 2018
Descubra quanto de Mata Atlântica existe em você!

Capela do Porto Laranjeiras pede ajuda aos vereadores para não ser despejada

(Foto: Daniella Amaral)

Representantes da Comunidade do Porto Laranjeiras da Capela Nossa Senhora dos Navegantes estiveram na manhã desta quarta-feira (7) para pedir apoio aos vereadores quanto ao processo de “despejo” que teve início no ano passado. A comissão era formada pelo coordenador do Conselho Missionária Pastoral Comunitário (CMPC), Alexandre Cordeiro Leal, o Pároco Padre Simão Valenga, o presidente do Equipe Executiva de Assuntos Econômicos (EEAE), Aparecido Herrero, e demais lideranças pastorais.

A comissão foi recebida pelo presidente da Câmara Ben-Hur Custódio e pelos vereadores Vanderlei de Oliveira, Fabio Alceu, Francisco Cabrini e Roberto Mota. Na oportunidade os legisladores disseram que estão do lado da comunidade e que irá fazer o possível para achar uma solução para ambas as partes e ficaram de agendar reunião com os promotores David Kerber de Aguiar e João Carlos Negrão para tentarem resolverem a situação.

(Foto: Daniella Amaral)

Entenda o caso

Em agosto do ano passado o Ministério Público local apontou que a Capela Nossa Senhora dos Navegantes estaria ilegalmente em terreno público municipal, apesar de estarem há 30 anos no mesmo local. A comunidade informou na época, que permaneceram no local com a promessa dos gestores municipais que passaram que iriam legalizar a situação. Porém, para os promotores David e João Carlos isto seria juridicamente seria impossível.

A Mitra da Diocese de São José dos Pinhais recorreu então a justiça e aguarda a solução do caso.

Na comunidade

A Capela Nossa Senhora dos Navegantes, da Comunidade do Porto Laranjeiras, atende atualmente mais de 130 crianças na catequese e possui 13 pastorais ativas. Entre elas as capelinhas que fazem Celebrações nas casas, reunindo e evangelizando famílias.

*Da redação

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*